Boiando em Moçambique

Desventuras de Rafael Moralez na África


Deixe um comentário

Virada Cultural e Zanzibar

Hey!!

beleza!

Fim de semana passado teve Virada Cultural aqui em SP. Fui lá ver… …grandiscoisa!

Um monte de gente andando de um lado pro outro e shows difíceis de assistir. Tá certo que eu não curto grandes aglomerações mas lá estava muito pra minha head. Mas me lembrou uma feira que fui em Zanzibar, daí no motivo de aqui entrar e relatar o fato.

Era uma sexta feira fim de tarde, estava em um bar que chama Linvgstone, boa cerveja em mesas onde os corvos sentavam e tentavam ciscar alguma coisa que tivesse em volta. Era legal a convivência com esses animais, eles são bonitos, lindos.

Mas estava lá de bobeira na beira da praia vendo um povo puxar barco pra terra quando resolvi andar pelo bairro. Nisso já era noite e quando vi estava naquele labirino de ruas, sem luz, pois a ilha estava sem energia elétrica e percebi que havia umas mesas com velas nas vielas com um pessoal em volta. Era dia de uma festa qualquer que não me lembro o nome, mas eles comiam polvos e calamares e pedaços de peixes, fritos e assados, estavam sobre a madeira da mesa mesmo, que era uma madeira velha, gasta pelo tempo. De um lado da mesa os peixes e polvos, do outro montinhos de pimenta, era tudo meio sujo, uma vela pra iluminar e um cidadão com uma faca cortando lascas de carne que todo mundo ia pagando com moedas e comendo ali mesmo, com a mão. Experimentei um pedaço de polvo com a pimenta deles, era bom, mas não limpo. E lá meu brother se tu pegá um bixo nas tripa tu tá ralado. Então parei por aí mesmo.

O melhor da história foi que o esperto aqui saiu sem a câmera, portanto, não tem foto dessa noite.

Mas depois encontrei a festa oficial, numa praçona, cheio de turista europeu comendo os mesmo peixes e polvos, só que custavam 4 vezes mais e eram um pouquinho mais limpos. Isso me lembrou a Virada cultural, ou vice-versa! Meio fake!

Na praçona eu só tomei uma garapa, quente, mas gostosa.

Falous

Rafa

Grande!

Em SP o fim do dia é diferente né!


2 Comentários

And now… …the future!!

Ando organizando algumas informações africanas para ver se dou um formato diferente nessas fotos todas e textos e quem sabe publicar de algum outro jeito. Na verdade não ando fazendo nada disso, tô terminando o mestrado que não acaba nuuuuuunca… …o troço complicado sô!

Falei tal qual mineiro. Morei em Minas, em Ouro Preto, fui lá fazer cursinho. Tão tá!

Conheci virtualmente o filho do cara que desenhou o rótulo da cerveja 2M, ele deixou um comentário aqui no Blog… …mó sastifação aê!!!

Bebi um caminhão dessa cerveja em Moçambique. Ele encontrou o blog e me mandou uma mensagem simpática. Teria sido interessante conhecer ele pessoalmente, quem sabe tomar umas 2M.

Aqui, além de estudar, toco minha bateria nova, me alimento bem, até engordei um pouco, e tomo groselha. Entrei em uma fase groselha! O liquido vermelho, doce pacas, me seduz. Vou virar um sommelier de groselha.

Aliás… …ouço radio e vejo notícias na net, percebi que com a velocidade da rede não preciso mais de tv. E a radio é muito mais legal, um dos canais de rádio que ouço tem uma mulher que fala sobre gastronomia e vinhos. Vou escrever para eles e sugerir uma coluna sobre groselhas.

– ahnnnn… …a vitaminada Milani, safra de 2003 é um ano excelente para consumir com biscoitos de polvilho!

Acho meio chato gente que fala de vinhos, mas tudo ok! Sempre que se bebe um bom vinho a gente acaba falando dele então tá tudo normals.

Hoje achei a casa dos fuscas cor-de-vinho, fica em Pinheiros -SP – Capetal, e eu tô com conjuntivite e uma vontade grande de dar uma bica em tudo isso aqui e cair lá pros lados do leste europeu que deve ter um monte de coisas legais pra ver e fazer!

Vamovê!!!

Abreizes!

Parecia uma ilusão... ...cenário plástico, texturas, coisas de artista-video-maker... rsrsrsrsr